img_9353

Arte na Escola

Do dia 23 até 27 de setembro, a escola da Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional realizou a Semana da Ciência, Cultura e Arte. Realizado todos os anos, o projeto tem como objetivo compartilhar os trabalhos pedagógicos desenvolvidos pelos alunos.

Os temas são definidos em meados de fevereiro e o tema desse ano foi “Literatura”. Foram trabalhados com os estudantes obras do cartunista Maurício de Souza e da escritora Marilza Conceição, a qual também esteve presente na Semana falando um pouco do seu novo livro “Amarelo”. O primeiro dia foi agraciado com a presença do violoncelista Gustavo Correa que acompanhado da professora Margareth Correa, no piano, trouxeram um pouco da música clássica para os estudantes.

Durante a semana, foram desenvolvidas uma série de atividades como salas ambientes, onde os alunos puderam vivenciar “Roda de Viola Caipira”; “Fábulas”; Alice no País das Maravilhas” e uma releitura das obras dos pintores Albert Eckhout e Édouard Manet. Também foram realizados jogos de alfabetização, produzidos pelos alunos do ensino fundamental e EJA, como quebra-cabeças, jogo da memória e 7 erros.

Os professores organizaram uma sala de jogos interativos, com videogames de várias épocas, contanto um pouco sobre a evolução dos aparelhos. Os alunos deram um show de apresentação com a peça de teatro “Bom dia Todas as cores”, da autora Ruth Rocha, e com o musical “A arca de Noé” que contou um pouco da história da maior Arca já construída.

Todo o cenário e vestimenta dos alunos foram produzidos pela equipe de professoras e atendentes da escola, com materiais recicláveis. Esse projeto compartilha com a política de reaproveitamento de resíduos que rendeu para FEPE o prêmio SESI ODS 2019 de boas práticas.

“A Semana da Ciência, Cultura e Arte é uma grande demonstração de expressão cultural e da possibilidade pedagógica por meio das linguagens artísticas. Essa ação possibilita aos alunos propostas diferenciadas e oportuniza a toda comunidade escolar o compartilhamento educativo”, afirma a vice-diretora da escola ecumênica, Heloane Sozzi.

 

whatsapp-image-2019-09-17-at-10-47-18-1

FEPE participa da XIII Conferência Municipal de Assistência Social

A Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional – FEPE – está participando da XIII Conferência Municipal de Assistência Social, promovida pelo Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS) e a Fundação de Ação Social (FAS). O evento está sendo realizado na universidade Positivo e vai até o dia 18 de setembro.

O tema desse ano é: “Assistência social: direito do povo com financiamento público e participação social”. A conferência tem como objetivo avaliar e propor diretrizes para o aperfeiçoamento do Sistema Único de Assistência Social (Suas) em Curitiba. A FEPE está sendo representada pelas assistentes sociais da Escola Ecumênica, Roseli Ribas e Maria Silvério.

fabio-marcassa

Morre o ex-presidente da FEPE, Fábio Marcassa, aos 50 anos, em Curitiba

O ex-presidente da Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional (FEPE), o Sr. Fábio Marcassa, faleceu, no último domingo, 08/09, em Curitiba, devido a problemas de saúde. Fábio tinha 50 anos e atuou como presidente da instituição no período de 2011 a 2018, dedicando a sua vida pela causa das pessoas com deficiência intelectual no estado do Paraná.

Dentre as ações desenvolvidas durante o mandato de Fábio Marcassa, destacam-se: A parceria com o Estado de Santa Cataria, como Laboratório Especializado em Triagem Neonatal realizando o Teste do Pezinho nas crianças catarinenses; a ampliação do laboratório da FEPE, que proporcionou um aumento na capacidade de exames do Teste do Pezinho e da Mãezinha realizados pela instituição. O convênio com o Hospital de Clínicas da UFPR que permitiu que os pacientes, até então atendidos no ambulatório da FEPE, fossem atendidos também no HC; e a unificação da Escola Juril Carnasciali e a Escola Ecumênica na sede do Jardim Botânico, que facilitou o deslocamento dos estudantes e uma organização administrativa mais diretiva e eficiente.

O atual presidente da FEPE, Alexandro Luiz Barbosa, lamentou a morte do ex-presidente. “Neste momento de dor e sofrimento nós da FEPE demonstramos os nossos mais sinceros sentimento de condolência aos familiares. Sabemos que, neste momento difícil, a família necessita de todo o apoio e nos colocamos a disposição para o que for possível. Que Deus conforte os seus corações”.

img_6405

Semana da Pessoa com Deficiência

A Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla ocorre entre os dias de 21 a 28 de agosto com o objetivo de promover debates que provoquem na sociedade a reflexão sobre a igualdade e inclusão. A campanha é promovida pela APAE e o tema desse ano foi: “Família e pessoa com deficiência, protagonistas na implementação das políticas públicas”, confirmando que a participação da família, em todas as etapas da vida do filho, é importante para o seu desenvolvimento pessoal e escolar.

É claro que a Escola da FEPE não iria deixar essa importante data passar em branco. Durante toda a semana, foram realizadas com os estudantes atividades com o objetivo de demonstrar aos alunos o respeito e a inclusão de todos os tipos de deficiências. As equipes de profissionais da escola prepararam uma semana repleta de atividades de estimulação sensorial e de habilidades.

Os alunos participaram de atividades com jogos, show de talentos e circuito de habilidades, onde os alunos tiveram a oportunidade de conhecer a realidade de deslocamento da pessoa com deficiência visual.

O ponto alto da comemoração foi o Show de Talentos, onde os estudantes puderam demonstrar todas as suas habilidades com músicas, danças, poesias e instrumentos musicais. “Essa é uma semana muito importante, não apenas para os alunos, mas também para os profissionais. É uma semana em que eles podem sair da rotina e se divertirem, mas que ao mesmo tempo, ensina sobre a inclusão e respeito ao próximo”, afirma a diretora da Escola Ecumênica, Dinéia Urbanek.

 

Momento da Entrega do Cheque ao presidente da FEPE, Alexandro Luiz Barbosa

FEPE recebe cheque da Rede Solidária

Na tarde desta quarta-feira, 10 de junho, a Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional (FEPE), recebeu, no Salão Nobre da instituição, os parceiros da Associação Rede Solidária e os representantes das instituições beneficiadas para a entrega do cheque simbólico.

A Associação Rede Solidária é formada por dez imobiliárias de Curitiba que, desde 2006, realizam um bazar beneficente que destina todo o valor adquirido com a venda dos produtos à projetos apresentados por quatro instituições sociais, são elas:  Afece,  Hospital Pequeno Príncipe, Sociedade de Socorro aos Necessitados e a FEPE.

Após a cerimônia de entrega do cheque às instituições, todos foram convidados a assistir duas apresentações organizadas pelos professores e alunos da escola.  A apresentação “Chico Bento”, baseada na obra do cartunista Maurício de Souza e a dança “Anunciação” que traz a visão de um futuro ainda melhor para a instituição. Ao final do evento foi realizado um delicioso café produzido pela equipe de cozinheiras da FEPE.

O projeto da FEPE financiado pela Rede Solidária, intitulado “Acessibilidade”, tem como proposta a reforma de dois banheiros convencionais e trocadores, bem como a construção de um banheiro adaptado, garantindo assim um atendimento mais confortável para os alunos da Escola Ecumênica.

img_3905

Arraiá da FEPE

No sábado, 06 de julho, a Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional (FEPE) realizou a sua tradicional Festa Junina, com o tema especial em comemoração aos 60 anos da instituição. Todo o ambiente foi preparado com bandeirinhas, balões, chapéus de palha e outros itens típicos da festa.

O evento também contou com barraquinhas de comidas e brincadeiras típicas dessa época do ano, como quentão, pipoca, cachorro-quente, minipizza, milho verde, canjica, pinhão, pescaria, boca do palhaço e bola na lata.

O momento mais esperado do dia foi a apresentação das danças preparadas pelos profissionais e alunos da Escola Ecumênica. O objetivo desse ano foi realizar uma viagem pela história da instituição. As performances foram divididas em três blocos que representam o passado, presente e futuro da FEPE.

Foram abordados os seguintes temas: “Teste do Pezinho – Um prova de amor”; que celebrou a criação do Centro de Pesquisas da FEPE. A apresentação “Resgate de Projetos” contou com as danças “Circo”; “Boneca” e “La Bela Polenta”; que relembraram alguns momentos especiais da Escola Ecumênica.

Na apresentação “Esportes”, foi lembrada a conquista da aluna Jéssica Ananias que participou da competição de patins de velocidade na cidade de Xangai, na China, no ano de 2007. Outro grande marco, abordado na apresentação, foi à conquista dos estudantes que seguem na fase final da 66º dos Jogos Escolares do Paraná, que ocorrerá em Foz do Iguaçu.

Chegando à atualidade, foram homenageados os trabalhos pedagógicos, realizados em sala de aula com os estudantes, com a apresentação “Seu Lobato – Qual é a Letra do seu Nome”.

A apresentação “Transformando Vidas” teve o objetivo de fazer um convite aos espectadores, para que participem da história da fundação, mostrando o quão alegre e divertida é a vida do lado de cá da história.

Com as aulas de literatura, os estudantes puderam conhecer um pouco mais sobre a obra do cartunista Maurício de Souza. A apresentação “Chico Bento” mostrou um pouco da cultura caipira aprendida em sala de aula.

Visando a chegada de grandes realizações, a apresentação “Anunciação” trouxe uma visão de um futuro ainda melhor para a escola e os alunos. E por fim, a dança “Matrix” mostrou que esse futuro pode ser construído com tecnologia, já que, hoje, ela faz parte da nossa realidade.

A festa que foi preparada para os alunos e familiares, também contou com a participação da comunidade. “O movimento da festa nos surpreendeu. Ficamos muito felizes por todos que vieram prestigiar os nossos alunos. Foi uma dedicação de cem por cento da equipe que trouxe um retorno positivo para a instituição”, comenta a diretora da escola Dinéia Urbanek.

“É um momento de muita celebração e alegria. Nós realizamos essa festa para que os alunos se divirtam e os pais possam apreciar os trabalhos que os nossos profissionais realizam com seus filhos”, afirma o presidente Alexandro Luiz Barbosa.

 

ratinho2

FEPE assina convênio com a Secretária de Educação

Na manhã desta terça-feira, 02/07, a Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional (FEPE) participou da cerimônia de solenidade do Termo Aditivo para a renovação do convênio com a Secretária de Educação do Estado do Paraná (SEED), realizada no Palácio Iguaçu, sede do Governo do Estado.

O evento contou com a presença do Governador do Paraná, Ratinho Junior, que presidiu a cerimônia de assinatura. A FEPE foi representada pelo presidente da instituição, Alexandro Luiz Barbosa, pela Diretora da Escola Ecumênica, Dinéia Urbanek Rusche Jorge e a Vice-Diretora, Heloane Sozzi. “Esse convênio garante a continuidade das escolas especiais em todo o estado”, afirma Dinéia.

O presidente da FEPE também reforçou a importância do convênio com a SEED. “Graças a ele podemos garantir e fortalecer o atendimento especializado para os nossos estudantes”, comenta Alexandro.

 

O presidente da FEPE, Alexandro Luiz Barbosa, o governador do Paraná, Ratinho Junior, e a diretora da escola ecumênica, Dinéia Urbanek

O presidente da FEPE, Alexandro Luiz Barbosa, o governador do Paraná, Ratinho Junior, e a diretora da escola ecumênica, Dinéia Urbanek

 

f3

Reunião com a FEBIEX

Hoje, 26/06, a Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional (FEPE), sediou, no período da manhã, a reunião mensal da Federação Estadual das Instituições de Reabilitação no Estado do Paraná (FEBIEX).

O evento contou com a presença do diretor da FEBIEX, Benedito Carlos Basseti e da coordenadora pedagógica, Claudia Camargo Saldanha, representando o Departamento de Educação Especial da Secretária de Estado de Educação (SEED). Estavam presentes para a reunião os pedagogos, diretores e presidentes das instituições filiadas a FEBIEX.

Na reunião, foram tratados assuntos importantes para a educação especial, como por exemplo, esclarecimentos gerais sobre o novo convênio das escolas especiais com a SEED; licitação do SUS; determinações da Fundação de Ação Social (FAS) e a nova Proposta Pedagógica para as Escolas Especiais do Estado.

Para a diretora da Escola Ecumênica, Dinéia Urbanek, a realização da reunião é de extrema importância, pois, os assuntos tratados definem todas as ações da escola.

img_0633

Em busca do Arco-íris

Hoje, 24/04, os alunos da Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional (FEPE) receberam a visita do grupo de teatro Coro Cênico composto pelos moradores do Pequeno Cotolengo. Foi apresentada aos estudantes da FEPE a peça “Em Busca do Arco-Íris”, que traz como tema central lições de amizade e confiança.

Baseado no conto infantil “O Mágico de Oz”, o espetáculo contou com a participação musical do professor da FEPE, Paulo Pienta, um dos compositores das canções que fazem parte da apresentação. “É muito interessante essa troca de experiência entre as instituições. Essa não é uma simples apresentação, ela nos ensina que a verdadeira felicidade só depende de nós”, afirma Paulo.

Os alunos ficaram encantados com a apresentação e puderam, após o encerramento, conversar e tirar fotos com os artistas. Para a diretora da Escola Ecumênica, Dinéia Urbanek, a peça é um modelo de inspiração e uma forma brilhante de valorizar as potencialidades da pessoa com deficiência.

O projeto Coro Cênico, iniciado em 2009, recebe apoio via incentivo fiscal por meio do Ministério da Cultura – Lei Rouanet, e tem como objetivo promover aos moradores do Pequeno Cotolengo a inclusão através da arte, desenvolvendo habilidades criativas e socioculturais.

 

img_5909

FEPE realiza café com Vereadores

A Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional realizou na manhã dessa quinta-feira, 21/02, um café da manhã que contou com a presença dos vereadores e assessores da Câmara Municipal de Curitiba.

O objetivo do evento foi apresentar as atividades realizadas pela instituição. Os vereadores participaram de uma visita guiada pela equipe pedagógica da Escola Ecumênica onde puderam conhecer melhor toda a estrutura e os serviços clínicos e educacionais que são ofertados aos estudantes.

É claro que nossos alunos não poderiam ficar de fora. Os professores e estudantes realizaram duas apresentações para os convidados. Foram elas: “Brincar de Baleia” uma adaptação da obra “Deus” da escritora Bia Bedran e a apresentação do coral da escola, “Canários do Reino”, coordenados pelo professor Paulo Pienta.

Na ocasião, o Diretor Presidente da FEPE, Alexandro Luiz Barbosa agradeceu a presença dos vereadores e reforçou a importância do auxilio, não apenas dos órgãos públicos, mas de toda a comunidade, para que a fundação continue e amplie cada vez mais o trabalho de excelência realizado para as pessoas com deficiência intelectual e múltipla.

A diretoria Executiva, funcionários e alunos, agradecem os vereadores que nos apoiaram, com as emendas parlamentares. Que essa parceria se renove por muitos anos.