Fepe recebe Kelly Cavalcanti em apoio à causa da Mielomeningocele

A Fepe recebeu a visita de Kelly Cavalcanti (39), fundadora da Associação Brasileira Superando a Mielomeningocele (ABSAM), visando o apoio na luta contra a Mielomeningocele, uma má-formação ocorrida no tubo neural levando a danificar a parte anterior do corpo, como bexiga, intestino, e causando também pés tortos. Em sua visita, apresentamos nossos laboratórios e os cuidados que temos na Instituição.

O debate sobre a Mielomeningocele têm sido importante para a inclusão de tratamentos, reconhecimento nacional, e discussões em prol da melhoria de ações médicas que contribuam com os cuidados e bem-estar das pessoas com essa deficiência.

 

O que é Mielomeningocele?

 

Ela acontece por uma malformação chamada Espinha Bífida, no fechamento do tubo neural. Algumas vértebras que deveriam proteger a medula espinhal não se formam corretamente, ou se fundem, podendo deixar ela exposta. Para ela, existem duas classificações, a oculta ou aberta.

A Mielomeningocele é o tipo mais grave da Espinha Bífida Aberta, e também é a mais comum delas, correspondendo a 75% dos casos. Geralmente ela está localizada na região lombar e pode causar complicações neurológicas, cognitivas, ortopédicas, além de bexiga neurogênica, intestino neurogênico e associação a hidrocefalia.

Compatilhe:

Facebook
Email
WhatsApp
Imprimir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content